Por elisa.souza


Pernambuco - Depois de receber as últimas homenagens de familiares, amigos, parceiros musicais e fãs, foi enterrado hoje, às 18h, o corpo do mestre da sanfona Dominguinhos. A despedida foi marcada por muita música, sanfonas e forrós, entoados em tom de lamento. O sanfoneiro faleceu aos 72 anos, na última terça-feira, dia 23, depois de uma árdua batalha de sete contra o câncer de pulmão.

Corpo do mestre da sanfone é enterradoReprodução

O velório aberto do mestre da sanfona aconteceu na Assembleia Legislativa de Pernambuco e foi das 8h da manhã até às 18h desta quinta-feira. Milhares de pessoas compareceram para o último adeus a Dominguinhos, que já havia sido declarado por Luiz Gonzaga como seu herdeiro musical. O corpo do ídolo foi enterrado em Paulista, na região metropolitana do Recife.

Até a última quarta-feira, o local do enterro ainda não havia sido confirmado. Houve uma certa controvérsia quanto ao lugar em que Dominguinhos seria enterrado, devido a uma declaração antiga que Dominguinhos fez a Rádio Jornal durante uma entrevista de que gostaria de ser enterrado em Garanhuns, o que acabou não acontecendo.


Você pode gostar