Espionagem: Cardozo diz que governo avalia questionamentos aos EUA

Reunião com americanos continua sem data definida

Por O Dia

Brasília - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta segunda-feira que o governo brasileiro está avaliando os questionamentos que serão encaminhados aos Estados Unidos (EUA) sobre o episódio da espionagem norte-americana no Brasil.

Cardozo determinou abertura de inquérito para investigar atuação d e movimento que convocar greve da categoria Divulgação

"Nós estamos discutindo esse problema e estamos fazendo os estudos técnicos necessários para realizar os questionamentos aos EUA. Assim que terminar esses estudos vocês serão informados", disse.

Cardozo se reuniu na manhã desta segunda-feira com a presidenta Dilma Rousseff. Mas, de acordo com a assessoria, o grupo técnico interministerial do governo brasileiro, formado após denúncias de violação de informações pelos Estados Unidos, continua ainda sem data definida para a reunião com o governo norte-americano, em Washington, mas o encontro deve ocorrer em breve.

Pela manhã, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, minimizou as denúncias publicadas pela revista. Patriota disse que a orientação de um país no Conselho de Segurança da ONU "não chega a ser um segredo" e que é possível obter o posicionamento por meio de contatos, de interlocutores e até mesmo de jornalistas. "Essas suspeitas são recorrentes", disse o ministro.

Últimas de _legado_Brasil