Por bferreira

Goiás - A polícia de Goiás concluiu que o assassinato a facadas, na segunda-feira, da universitária Bianca Mantelli Pazinatto, 18 anos, em Jataí, Goiânia, teve motivação passional. Uma das jovens que confessou ter matado a estudante afirmou que uma das razões que a motivaram para o crime foi para que a vítima não ficasse com mais ninguém. “Se ela não vai ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém”, disse a menor, na delegacia, logo depois de ser apreendida pela polícia.

A adolescentes L., 17 anos, e M., 16 anos, participaram do crime. As duas jovens tiveram de deixar Jataí após ameaça de linchamento. A pena máxima que as duas podem cumprir é de três anos de internação em uma unidade para menores de idade.

M. relatou que, após atrair Bianca para sua casa, sua ‘colega’ as aguardava atrás da porta do quarto e, assim que entraram, agarrou a estudante e tapou sua boca.

“Amarrei as mãos, os pés, e senti que ela estava se debatendo muito, tentando gritar. Ela ficou muito desesperada. E a gente falou assim: ‘não tem outro jeito’”. O corpo da vítima foi encontrado embaixo da cama de L.

Você pode gostar