Sarney deixa UTI, mas permanece internado

Médicos continuam administrando remédios no senador

Por O Dia

São Paulo - O senador José Sarney (PMDB-AP) recebeu alta na manhã desta segunda-feira da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. De acordo com o último boletim médico, ele apresenta contínua melhora do quadro clínico e, por isso, foi encaminhado para a unidade semi-intensiva do hospital. Não há previsão de alta.

Os médicos continuam administrando antimicrobianos por via venosa. Sarney foi transferido para a UTI na última quinta-feira, quando apresentou "febre acompanhada de tremores". A assessoria do senador informou, no entanto, que a decisão de levá-lo à UTI estava relacionada, sobretudo, à necessidade de preservar o paciente, pois ele estaria recebendo muitas visitas em São Paulo.

Sarney está internado no Sírio-Libanês desde o dia 31 de julho. Ele chegou ao hospital vindo de São Luís (MA), onde estava internado no Hospital UDI para tratamento de uma infecção pulmonar.

Político e escritor, o maranhense José Sarney está na vida pública há 60 anos. Ele foi presidente da República de 1985 a 1990, presidente do Senado e governador do Maranhão. Autor de diversos livros, Sarney é membro da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Últimas de _legado_Brasil