Ato contra terceirização interdita três faixas da Avenida Paulista

Sindicalistas alegam que caso o projeto seja aprovado, haverá perda de direitos e precarização do trabalho

Por O Dia

São Paulo – Por volta das 11h30, sindicalistas que participam de um ato contra a terceirização em frente ao prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista, tomaram completamente as três faixas da via, bloqueando o tráfego de veículos. Os manifestantes erguem bandeiras, balões das centrais sindicais e faixas contra a possibilidade de ser aprovado o Projeto de Lei 4.330, que trata da terceirização dos serviços.

Os sindicalistas alegam que caso o projeto seja aprovado em votação prevista para a próxima semana, haverá perda de direitos e precarização do trabalho. “Além de diminuir custos para a empresa, esse projeto desqualifica a mão de obra, com o propósito de precarizar a condição, para que se pague menos”, disse Vagner Freitas de Moraes, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Participam da manifestação na Avenida Paulista quatro centrais sindicais: a Força Sindical, CUT, Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras (CTB) e União Geral dos Trabalhadores (UGT).

Últimas de _legado_Brasil