Por helio.almeida

Enquanto era procurado em Aruanã e em Aparecida (Goiás), Thaygo Henrique estava hospedado em um hotel em Caldas Novas, tomando cerveja e fumando maconha. Em entrevista, ele, acusado de ter matado, junto com dois comparsas, quatro amigos da namorada, disse que voltou a Aparecida porque o dinheiro acabou. Confira trechos do depoimento do jovem.

'Ia fugir pro meio do mato porque mais cedo ou mais tarde a polícia ia me pegar mesmo'%2C disse jovem presoDivulgação

Porque você matou os estudantes?
Tinha a intenção de matar só o Neylor, mas todo mundo acabou morrendo.

Você matou os quatro?
Isso é armação dela (a namorada). Ela que planejou tudo e agora quer pagar de santinha. Ela disse que o Neylor e o Denis estavam ameaçando ela. Eu liguei pro Neylor para tirar satisfação e ele disse que ia me matar. Depois, um amigo dele me ligou dizendo que era bandido lá do Jardim Tiradentes e que ia me matar. Fui lá e matei ele primeiro.

Mas e os outros estudantes?
Ela matou o Denis. As duas meninas foi o menor (comparsa dele de 16 anos) que matou.

Você já tinha matado alguém?
Só um a pessoa. Agora mais uma.

E você tem muitas passagens pela polícia?
Já assaltei umas dez joalherias, mas nenhuma em Goiânia.

Depois de matar os estudantes você levou sua namorada para a casa da sua tia e a ameaçou caso ela fugisse?
Que nada! Ela pediu para ir pra lá porque ela não dá certo com a mãe dela. Ela queria que eu matasse a mãe dela, mas eu me neguei.

E de lá, você fugiu para Aruanã?
Não. Eu fiquei uma semana em um hotel de Caldas Novas só tomando cerveja e fumando maconha. Quando o dinheiro acabou eu voltei para pegar mais.

Pegou dinheiro com sua mãe?
Não, vendi uma arma por R$ 2 mil e ia fugir de novo.

Voltaria para Caldas Novas?
Não. Meu rosto está estampado pra tudo quanto é lado. Ia fugir pro meio do mato porque mais cedo ou mais tarde a polícia ia me pegar mesmo.

Você pode gostar