Câmara aprova ida de deputados a Moscou para ouvir Snowden

Ex-técnico da NSA revelou documentos que comprovam que correspondências online de Dilma e computadores da Petrobras foram alvos de espionagem americana

Por O Dia

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira requerimento para que uma comissão de parlamentares viaje a Moscou, para ouvir o ex-consultor de informática Edward Snowden, que trabalhava para uma prestadora de serviços da Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Snowden é o responsável pelo vazamento de dados que deram origem à denúncia de que a agência americana espionou as comunicações de internet no Brasil, inclusive correspondênciasonline da presidenta Dilma Rousseff e a rede de computadores da Petrobras. Ele está asilado na capital russa há pouco mais de um mês.

Para o autor do requerimento, deputado Ivan Valente (PSOL-SP), é importante ter acesso a todas as informações, e não apenas “ao conta-gotas” que tem sido publicado pela imprensa. “A sequência de informações a conta-gotas é um problema de soberania nacional. Primeiro, foram cidadãos brasileiros os espionados. Depois, empresas, a presidenta da República, os ministros e, agora, a Petrobras”, lembrou Valente.

De acordo com o presidente da Comissão de Relações Exteriores, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), é possível que a missão oficial seja formada também por senadores. Segundo o Pellegrino, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem do Senado deve aprovar requerimento semelhante ao que a Câmara aprovou hoje.

Últimas de _legado_Brasil