Cantor é preso suspeito de matar a esposa e o enteado no Amapá

Segundo a polícia, ele matou os dois a golpes de faca. Suspeito alegou que cometeu crime por ter sido traído

Por O Dia

Amapá - A polícia prendeu nesta segunda-feira um homem acusado de matar a mulher e o enteado no Amapá. José Ribamar Damos Rosas do Nascimento, de 37 anos, cantava em bares e era conhecido no meio musical como “Jomar Nascimento”. Segundo a polícia, ele matou a mulher, Maria Domingas Melo Marques, 40 anos, a golpes de faca e o filho da vítima, Danilo Marques Rodrigues, 16 anos, da mesma forma, ao tentar fedendê-la. O suspeito alegou que o crime foi motivado por ter sido traído por ela.

De acordo com a polícia, o assassinato ocorreu no dia 23 de julho deste ano, no Distrito do Coração em Macapá, localizada na Rua Jacira Silva. Após o crime Jomar fugiu para Belém e depois para o município de Castanhal onde conseguiu emprego como ajudante de pedreiro e já estava em um novo relacionamento familiar.

O delegado Sergio Grot, que esteve à frente do caso, informou que José foi preso no bairro Ianatema, município de Castanhal, nordeste do Pará. Jomar Nascimento foi levado ao Centro Integrado de Operações em Pública (Ciosp) Pacoval onde falou chorando com jornalistas e disse está arrependido do que fez.

A operação contou com apoio de policiais civis da Superintendência Regional do Salgado e do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) do estado do Pará.

Últimas de _legado_Brasil