Movimento Passe Livre queima catraca em frente a terminal da Zona Sul de SP

Os manifestantes tentaram entrar no terminal mas, com a negativa dos administradores, resolveram fazer um ato do lado de fora

Por O Dia

Após uma passeata de aproximadamente 5 quilômetros, manifestantes e militantes do Movimento Passe Livre (MPL) queimaram uma catraca em frente ao terminal de ônibus Campo Limpo, na zona sul de São Paulo. Os manifestantes tentaram entrar no terminal mas, com a negativa dos administradores, resolveram fazer um ato do lado de fora. Até as 21 h não havia registro de conflito com a polícia. Antes mesmo de os ativistas chegarem ao terminal, todos os ônibus e passageiros foram retirados do local e os portões, fechados.

O movimento pede o retorno de 13 linhas que ligavam diretamente o bairro ao centro da cidade e que foram retiradas pela prefeitura do itinerário em 2012. De acordo com o MPL, as linhas não eram lucrativas para as empresas e, por isso, não circulam mais. Os manifestantes dizem ainda que a inauguração do terminal trouxe mais problemas aos usuários. Segundo eles, agora é necessário fazer baldeações - em vez de seguir diretamente para o centro da cidade, pelas antigas linhas.

A manifestação teve a participação de dezenas de pessoas, ocupou todas as faixa da Avenida Jorge Amado, na zona sul, e causou um grande congestionamento. O ato fez parte da Semana Nacional de Luta pelo Passe Livre. Amanhã, os ativistas farão manifestação na Avenida Paulista pedindo tarifa zero no transporte coletivo.

Últimas de _legado_Brasil