Por marlos.mendes

Rio - Um cartaz de Natal feito para sapataria em Montes Claros, a cerca de 500 km de Belo Horizonte, ultrapassou as fronteiras de Minas Gerais e se espalha como rastilho de pólvora no Facebook. Uma campanha bem articulada para 'viralizar' a marca na Internet e gerar mídia espontânea (propaganda gratuita, na linguagem cifrada dos experts em Internet e marketing digital)? Nada disso. Por distração do designer, inocência do cliente ou maldado de quem viu (ou um pouco de tudo isso), o cartaz que mostra um scarpin com o salto entre duas bolas de Natal começou a ser interpretado por alguns como uma imagem fálica ou erótica, como se o salto alto pisasse um dos sacos do papai Noel. Bastou o primeiro trocadilho para a imagem se espalhar pelo Facebook.

O cartaz de Natal de uma loja de sapatos do interior de Minas Gerais virou piada na InternetReprodução Internet

A dona das dez lojas Sapazio, Silvana Amaral, há 24 anos no mercado, diz que nem ela nem a equipe responsável pelos cartazes, se deu conta da intepretação alternativa. A peça foi produzida pela agência Flagra, da própria cidade, e afixada nas vitrines há 3 semanas. "Foi maldade de quem compartilhou, não acho que está tão evidente assim. Os clientes nem perceberam", diz a empresária, que já encomendou outras peças, mas não sabe quando vai retirar a atual das lojas.

Você pode gostar