Por tamyres.matos

Rio Grande do Sul - Sessenta e seis estrangeiros, sem visto ou contrato de trabalho foram flagrados ontem pela Polícia Federal e o Ministério do Trabalho no canteiro de obras da Arena Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). O estádio, do Internacional, receberá cinco jogos da Copa do Mundo de 2014. Os estrangeiros trabalham na instalação da membrana da cobertura.

Segundo as investigações, eles substituem brasileiros dispensados por ameaçar fazer greve em protesto contra atrasos nos salários e as más condições de trabalho. A assessoria de imprensa da Superintendência Regional do Trabalho informou que as empresas responsáveis pelas contratações irregulares serão multadas.

Ontem, a direção do Internacional afirmou que não tem responsabilidade sobre a obra e as constratações. E a empreiteira Andrade Gutierrez alegou que quem contratou os estrangeiros foi uma empresa terceirazada, a Sepa. Nelson Fiedler, engenheiro da subsidiária, não quis falar sobre o assunto.

Você pode gostar