Por helio.almeida

Brasília – Subiu para nove o número de mortos por causa das chuvas que atingem o Espírito Santo nos últimos dias. O balanço, que ainda será atualizado no final do dia, foi confirmado há pouco pela assessoria do governo do estado. A presidenta Dilma Rousseff chegou na manhã desta terça-feira ao Espírito Santo para fazer um sobrevoo em áreas de risco.

Fortes chuvas inundaram ruas e casas%2C provocaram deslizamentos de terra e deixaram mortos e feridosReprodução Internet

Até a noite desta segunda-feira, a Defesa Civil estadual contabilizava seis mortos. Outras três vítimas foram encontradas no município de Itaguaçu - um dos 45 municípios que tiveram a situação de emergência decretada nesta terça-feira pela Defesa Civil nacional.

O governo estadual também confirmou que 46 mil pessoas estão desabrigadas e 45 feridas. Assessores do governador Renato Casagrande informaram que a prioridade no momento é “salvar vidas”, mas anteciparam que um grupo de técnicos vai trabalhar na elaboração de projetos para reconstrução de moradias, estradas e outras obras de infraestrutura na região.

Dilma se reunirá com autoridades

A agenda da presidenta prevê ainda reunião com o governador Renato Casagrande e outras autoridades locais. Também está prevista a presença do ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira.

Dilma sobrevoa áreas inundadas pela chuvaDivulgação

De acordo com a assessoria de imprensa do governo de Espírito Santo, a presidenta e o governador Renato Casagrande seguirão para Santa Leopoldina, um dos municípios mais afetados pela chuva e, se o tempo permitir, poderão pousar na região. Em seguida, os dois retornarão a Vitória, onde deve haver reunião com autoridades locais, ainda não confirmada.

No início da noite desta segunda-feira, Dilma escreveu em seu Twitter que embarco para o Espírito Santo "para avaliar como poderemos ajudar ainda mais. #ChuvanoES", escreveu.

Segundo a presidenta, foram enviados kits emergência, com medicação e utensílios para dormitório, higiene e limpeza. "Estamos mobilizados, junto com todo o Brasil, p/ ajudar os mais de 40 mil desabrigados pela #ChuvanoES", postou na rede social.

Previsão do tempo é de mais chuva

Continua chovendo em vários municípios capixabas. A previsão é que as chuvas continuem, e só deem uma trégua a partir de domingo. Mas o solo encharcado e a infraestrutura de muitos bairros construídos em morros mantém o alerta pelo risco de deslizamento e alagamento.

Neste momento a presidenta Dilma Rousseff e o governador do Espírito Santo estão sobrevoando as regiões mais afetadas. Dilma e Casagrande devem se reunir ainda hoje com as equipes envolvidas para discutir as medidas que já foram adotadas pelo governo federal para ajudar o estado e analisar a necessidade de outras providências.

O governo federal está enviando três mil kits dormitório, de limpeza e de higiene pessoal e dez kits com 30 tipos de medicamentos e 18 insumos para primeiros-socorros. De acordo com o órgão, cada kit é suficiente para atender a 1,5 mil pessoas pelo período de um mês.

O material já está sendo distribuído para as cidades capixabas, segundo informou a assessoria do governo estadual que está usando dois helicóptero do estado, uma da Marinha e outro da Força Nacional para levar os kits para as regiões afetadas.

Além disto, cinco veículos do Exército estão sendo usados nos locais de difícil acesso. Em alguns municípios, o acesso só está sendo possível por barcos. Quatro geólogos estão ajudando no monitoramento de áreas de risco e 72 agentes da Força Nacional dos Bombeiros chegaram ao estado para colaborar com os trabalhos de busca e salvamento.

Você pode gostar