Chuva no Espírito Santo: Número de mortos chega a 18

Cidades atingidas somam 50 e pessoas fora de casa 48 mil

Por O Dia

Brasília - A Defesa Civil do Espírito Santo registrou nesta quarta-feira mais três mortes em decorrência da chuva que atinge o estado desde o início de dezembro. Com isso, subiu para 18 o total de vítimas: são duas em Baixo Guandu, uma em Barra de São Francisco, cinco em Colatina, uma em Domingos Martins, oito em Itaguaçú e uma em Nova Venécia.

Ruas ficaram alagadasReprodução Internet

As últimas quatro mortes – três em Colatina, em um grande deslizamento de terra, e uma em Barra de São Francisco, onde uma enxurrada matou um jovem de 17 anos – ocorreram ontem, mas só foram registradas hoje.

O número de cidades afetas também cresceu e agora são 50 conforme o último boletim da Defesa Civil divulgado há pouco. O governo estadual decretou situação de emergência ou estado de calamidade em 48 das 78 cidades capixabas.

>>> GALERIA: Confira imagens das inundações

>>> Exército irá ajudar vítimas dos temporais

>>> Dilma: 'O importante agora é salvar vidas

Ao todo, 48.601 pessoas tiveram que deixar as casas por problemas relacionados com as chuvas. Destas, 4.565 foram acolhidas em abrigos e 44.036 estão em casas de parentes e amigos. Ontem (24), esse número chegou a 49.886.

O governo do estado solicitou ao Ministério da Saúde o envio de kits medicamento para prevenção de doenças causadas pelo contato com a água das enchentes. Os primeiros kits foram enviados para 23 cidades atingidas pela chuva.

As doações de água potável e cesta básica estão sendo recebidas nos 1º, 2º, 4º, 9º, 11º e 12º batalhões da Polícia Militar localizados em Vitória, Nova Venécia, Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares e Colatina, respectivamente.


Últimas de _legado_Brasil