Homem é suspeito de matar ex-mulher e os três filhos no Tocantins

Uma das vítimas, encontrada carbonizada, seria filha do ex-vice-governador de Goiás

Por O Dia

Tocantins - Raimundo Aylon Divino Lemos é o principal suspeito de matar sua ex-mulher Maria Divina Pereira Barbosa Monteiro, de 30 anos, e os três filhos do casal. Maria Divina e Raimundo Aylon foram encontrados mortos na manhã desta terça-feira em São Valério, na região sul do estado do Tocantins. O casal foi achado em um carro em um matagal na cidade de São Valério. O corpo de Maria Divina estava carbonizado.

Segundo a Policia Civil do Estado do Tocantins, mais cedo, os três filhos do casal também foram encontrados mortos na casa em que moravam com o pai, em Gurupi. Os corpos de Pedro Henrique Monteiro Lemos, 3 anos, Walina Monteiro Lemos, 12 anos, e Welison Lemos, 13 anos, já estavam em estado de decomposição quando foram achados pela Polícia de Gurupi, o que leva a crer que as crianças foram mortas há cerca de três dias. Há suspeita também de que os filhos do casal foram envenenados. Agentes de Gurupi encontraram a mangeuira de gás e os fios elétricos da casa cortados.

A família de Maria Divina registrou uma ocorrência nesta segunda-feira na Delegacia Especializada em Defesa da Mulher de Goiás, onde a vítima morava, após seu desaparecimento. A delegacia entrou em contato com a Polícia de Gurupi, que foi procurar por Maria Divina na casa do ex-marido, aonde encontrou os corpos das crianças nesta terça-feira. Logo depois, agentes receberam um comunicado da Polícia de São Valério com a informação do paradeiro de Maria Divina e Raimundo Aylon.

Ainda de acordo com autoridades do Tocantins, o crime foi ocasionado por motivos passionais. Raimundo e Maria Divina foram casados há 11 anos e estavam separados há três, porém o ex-marido não aceitava a separação. Além dos ciúmes da ex-mulher, Raimundo chantageava Maria Divina e pedia bens de sua herança familiar.

Segundo o Jornal Opção, a mãe das crianças e ex-mulher de Raimundo seria uma das filhas do ex-vice-governardor de Goiás, Rezende Monteiro, que foi deputado estadual e federal pelo PTB.

A Polícia Civil regional informou que o laudo dos corpos dos três filhos e do casal deve ficar pronto em dez dias.

Reportagem de Julia Sorella

Últimas de _legado_Brasil