Dilma grava mensagem para dom Orani Tempesta, nomeado cardeal da Igreja Católica

Presidenta disse que Orani tem feito um 'grande trabalho à frente da arquidiocese'

Por O Dia

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff gravou nesta segunda-feira uma mensagem ao arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, nomeado cardeal pelo papa Francisco na manhã deste domindo. O chefe da Igreja Católica fez o anúncio do nome de dom Orani e de mais 18 religiosos durante oração no Vaticano.

A notícia da nomeação foi recebida pela presidenta, segundo a mensagem, com “muita alegria”. Além de parabenizar e desejar boa sorte ao futuro cardeal, Dilma disse que dom Orani tem desempenhado um “grande trabalho à frente da arquidiocese”. A mensagem da presidenta foi divulgada no JCTV, telejornal da RedeVida, canal católico. Ontem, Dilma já havia parabenizado dom Orani por meio de sua conta no Twitter.

“No ano passado, foi um dos organizadores da Jornada Mundial da Juventude [JMJ], evento memorável que reuniu milhões de jovens do mundo inteiro”, disse, acrescentando que o evento foi conduzido de forma pacífica. A JMJ ocorreu em julho do ano passado no Rio de Janeiro.

Após o anúncio do papa, o arcebispo disse que a nomeação é uma honra e uma grande responsabilidade, e agradeceu a torcida dos fiéis. Segundo ele, o cargo tem reflexo em toda a sociedade, independentemente da religião.

Com 63 anos, dom Orani Tempesta é filho caçula de uma família descendente de italianos e nasceu em São José do Rio Pardo (SP). Ordenado padre em 1974, tornou-se bispo de São José do Rio Preto (SP) em 1997 e foi nomeado arcebispo de Belém em 2004. Em 2009, foi escolhido pelo então papa Bento XVI como arcebispo do Rio de Janeiro, onde assumiu a condução da Jornada Mundial da Juventude, em julho do ano passado.

Últimas de _legado_Brasil