'Graças a Deus que não houve morte', diz vocalista do Raça Negra sobre acidente

Ônibus que levava grupo capotou a derrapar na pista e bater em uma mureta. Uma carreta teria batido na traseira do veículo

Por helio.almeida

Pernambuco - "Graças a Deus que não houve morte nenhuma", comentou o vocalista da banda Raça Negra, Luiz Carlos, sobre o acidente com o ônibus do grupo, na madrugada desta segunda-feira, na BR-101, próximo à cidade de Goiana, em Pernambuco.

Ao menos 12 pessoas foram hospitalizadas. "Foi um milagre (não ter vítimas fatais)", disse, durante entrevista no programa "Encontro com Fátima Bernardes", da Globo, nesta segunda-feira. "A gente estava assistindo a reportagem hoje pela manhã, eu mesmo me assustei de ver como o ônibus ficou e a gente sair vivo dali. Eu não sei como é que foi (possível)", contou o vocalista.

Luiz Carlos é o vocalista do Raça NegraDivulgação

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus sofreu um capotamento após derrapar na pista e bater em uma mureta. Uma carreta teria batido na traseira do veículo da banda. Seis integrantes da banda foram socorridos para o Hospital Miguel Arraes, na cidade de Paulista, em Recife, e outros seis foram para a UPA de Iguaraçú.

"Eu não vi motivo nenhum para o ônibus balançar. Ou ele acordou, ou cochilou, não sei, porque ele está acostumado a trabalhar com isso. (...) Infelizmente, não era o nosso (ônibus). Os meus motoristas não vão para o show, eles ficam dormindo", explica.

Feridos hospitalizados

Todos os 22 integrantes foram socorridos pelas unidades de emergência local, sendo 12 hospitalizados para averiguação. No Hospital Miguel Arraes, um músico foi liberado e outros cinco continuam internados em observação. Os outros seis integrantes da banda que foram levados para a UPA de Iguaraçú já foram liberados, inclusive o vocalista Luiz Carlos.

Fernando Alves de Lima já teve alta. Marcos Roberto França teve ferimento no rosto, foi submetido a cirurgia e aguarda em observação com quadro estável; Cícero Mariano Souza Silva e João Roberto da Silva tiveram traumatismo craniano associado a região lombar e apresentam quadro estável; Alex Edwin Ordenes Vergara teve contusão torácica e aguarda observação com quadro estável; Edson Alves de Lima fratura nas duas pernas e vai passar por cirurgia com fratura nas duas pernas.

Com destino a Salvador

A banda havia realizado um show em Natal (RN) e voltava para Recife (PE), de onde embarcaria em um voo com destino a Salvador para outra apresentação, que está está mantida, apesar do acidente. A produção informou que o evento foi cancelado. O grupo faria um show na quadra do Salgueiro, nesta terça-feira. Agenda da banda seguirá normalmente a partir do dia 24 deste mês, com show que acontecerá na cidade de Mongaguá.

Últimas de _legado_Brasil