Delegado muda de sexo e pode assumir Delegacia da Mulher em Goiânia

Laura pode manter cargo na polícia, pois situação jurídica não é alterada com a mudança de sexo, diz advogada

Por clarissa.sardenberg

Goiânia - O ex-delegado de Trindade e Senador Canedo, em Goiânia, Thiago de Castro Teixeira, submeteu-se a uma cirurgia para mudança de sexo e mudou seu nome e registro civil para Laura, com autorização da Justiça. De acordo com a Polícia Civil, Laura está de licença e será lotada em outra delegacia. Há a possibilidade de ela assumir a Delegacia da Mulher de Goiânia, mas a direção da polícia ainda não confirmou quem ocupará o cargo.

Segundo a assessoria de imprensa da polícia, não há necessidade se se manifestar a respeito do caso pois trata-se de uma questão pessoal que não interfere no trabalho da instituição.

A advogada especialista em direito homoafetivo e presidente da Comissão de Direito Homoafetivo da OAB-GO, Cíntia Barcelos, afirmou que a delegada poderá manter o cargo na polícia, pois a situação jurídica não é alterada após a cirurgia para mudança de sexo. Ela ainda afirma que o comportamento da sociedade é que deve ser modificado a respeito do assunto.

Cíntia acredita que o caso servirá de exemplo para outros que, apesar de terem o desejo de se submeter a uma cirurgia desse tipo, não o fazem por medo da reação da sociedade.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia