Polícia prende acusado de integrar maior quadrilha de roubo a banco de São Paulo

Segundo a polícia, procurado fazia a parte do grupo comandado Rolídio Brasil de Souza Gama, o "Monstro"

Por O Dia

São Paulo - Agentes da Polícia Civil de São Paulo prenderam na manhá desta quarta-feira, no bairro de Santana, na zona norte da capital, o comerciante C.A.S.S., de 38 anos, conhecido como “Charuto”, suspeito de integrar a quadrilha comandada por Rolídio Brasil de Souza Gama, o “Monstro”, considerado um dos maiores assaltantes de bancos de São Paulo e suspeito de 62 roubos em cinco anos.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o acusado seria responsável pela função de convencer os vigilantes das agências bancárias a cooperarem com o bando.

O delegado Fábio Pinheiro Lopes, titular da delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), informou que “Charuto” pode ser indiciado por, pelo menos, 10 roubos.

O preso utilizava documentos falsos para comandar um centro automotivo em Embu das Artes, na Grande São Paulo. “Para a comunidade era um comerciante de sucesso. Fachada que escondia um dos assaltantes mais atuantes do Estado de São Paulo”, comentou Pinheiro Lopes.

Além dos suspeito, com ele foram apreendidos quatro veículos do procurado: um Fiat Punto, um Peugeot 206, um SVU Ford Ecosport e uma picape Volkswagen Saveiro.


Últimas de _legado_Brasil