Por nara.boechat

Rio - Exibido na última sexta-feira, o capítulo final da novela de Walcyr Carrasco, ‘Amor à Vida’, promete entrar para a história e ainda rende assunto na Internet. O beijo entre o casal gay Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), um dos tópicos mais discutidos nas redes sociais, também foi comentado por representantes do movimento LGBT e autoridades. Em seu Twitter, o deputado federal Jean Wyllys classificou a cena de “marco na história da televisão”.

Félix e Niko se beijam no final de 'Amor à Vida'Alexandre Brum / Agência O Dia

“Rolou! Viva! Ainda não foi aquele beijo molhado! Mas foi, sim, o beijo do casal gay protagonista! Estamos evoluindo. Hoje é um dia histórico”, escreveu. O estilista Carlos Tufvesson, coordenador da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual do Rio, também rasgou a cena de elogios. “Esse beijo foi da população brasileira. Ele só aconteceu porque o grande público pediu e escreveu cartas para a Globo. O beijo mostra que o brasileiro não é odioso como uma meia dúzia de intolerantes querem nos fazer acreditar. Muito pelo contrário, foi comemorado por gays e heteros e é uma consequência natural de um relacionamento entre duas pessoas que se amam. Ele serviu para mostrar que o amor não agride ninguém”, disse.

Mas nem todo mundo gostou da troca de carinho entre o casal. Conhecido por seu posicionamento contra direitos de homossexuais, o deputado federal Jair Bolsonaro atacou a novela. “Isso é um lixo, ajuda a fazer com que valores da família brasileira sejam descartados. As novelas querem empurrar goela abaixo da sociedade a ideia de que o homossexualismo é uma coisa normal”, disparou. Já o pastor e deputado federal Marco Feliciano evitou criar polêmica e aproveitou o momento para alfinetar o autor da novela.

“Teria algo a dizer caso fosse exibido numa programação infantil, mas pelo horário, só adultos viram. Interessante foi o escritor desta novela falar que está sofrendo bullying virtual”, escreveu em seu Twitter. “O convido a ler minha timeline. Fichinha perto do que passo”, acrescentou.

Você pode gostar