Carga de cabelo é retida no aeroporto de Guarulhos pela Receita Federal

Em dezembro do ano passado, alfândega de Guarulhos já havia realizado a retenção de uma tonelada de cabelos

Por O Dia

São Paulo - Uma carga com 1902 tufos de cabelos humanos foi retida por agentes da alfândega da Receita Federal no aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na última quarta-feira, divulgou a Receita. Segundo autoridades, a carga pesava 160 quilos e tinha o valor estimado em R$ 160 mil.

As mercadorias, que seriam suficientes para a confecção de cerca de seis mil apliques, estavam nas malas de três passageiros brasileiros que retornavam em um voo de Doha, no Catar.

A carga foi interditada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em dezembro do ano passado, a alfândega de Guarulhos já havia realizado a retenção de uma tonelada de cabelos. A carga, enviada da Índia, foi retida por subfaturamento e ocultação do verdadeiro comprador.

Carga de cabelo apreendida pesava 160 quilos e tinha o valor estimado em R$ 160 milDivulgação / Receita Federal


Últimas de _legado_Brasil