Funcionários em greve dos Correios promovem manifestação em Cuiabá

Operários fazem paralização por tempo indeterminado

Por O Dia

Rio - Mais de 150 funcionários dos Correios estiveram presentes nas manifestações desta sexta-feira na região central de Cuiabá. Eles protestam contra a terceirização do plano de saúde, informou o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso (Sintect-MT). Os operários da estatal estão de greve há oito dias por tempo indeterminado.

Mais de 150 pessoas participaram da manifestaçãoReprodução

Em nota oficial, a estatal alega que o plano de saúde não será privatizado e não haverá nenhuma alteração no atual plano dos trabalhadores. “Nenhuma mensalidade será cobrada, os dependentes regularmente cadastrados serão mantidos e os percentuais de co-participação não serão alterados. Os trabalhadores dos Correios não terão custos adicionais”. Entre as reinvidicações da categoria está o pagamento dos passivos do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) relativos ao ano de 1995.

Sobre o plano de cargos, os Correios está oncorporando referências salariais aos trabalhadores que preenchiam os requisitos estabelecidos pela Justiça. Segundo a estatal, cerca de 9% dos funcionários de Mato Grosso aderiram a paralisação. No entanto, o sindicato contesta o dado e afirma que a porcentagem de grevistas chega a 65%.

Últimas de _legado_Brasil