Romário vai tentar vaga no Senado

Composição com o Pros de Miro Teixeira é a opção mais provável

Por O Dia

Rio - O deputado federal Romário (PSB) decidiu se candidatar à única vaga que o Rio disputará para o Senado. Embora o ex-jogador ainda não tenha decidido que chapa vai integrar, a tendência é se unir ao também deputado federal Miro Teixeira, pré-candidato ao governo pelo Pros. É com Miro que as conversas estão mais adiantadas.

A assessoria de Romário informa que seu desejo de concorrer ao Senado será mantido se as pesquisas o colocarem em primeiro ou segundo lugar na briga pela vaga do Rio no Senado. Neste caso, um dos adversários do deputado deverá ser o governador Sérgio Cabral, que planeja renunciar até o início de abril e concorrer a senador. Mas, se seu nome aparecer em terceiro lugar, Romário pensará duas vezes antes de correr o risco de não ser eleito para o Senado nem reeleito deputado.

Miro diz que o colega é bem-vindo: “Acho a candidatura dele muito boa. Não porque é uma celebridade, mas porque, quando chegou à Câmara, procurava os deputados para saber do regimento e procurava estudar. É um político que merece respeito.”

Outros dois pré-candidatos que poderiam se aliar a Romário são o deputado federal Anthony Garotinho (PR) e o senador Lindbergh Farias (PT).

CONVERSA COM PR PAROU

Ano passado, quando queria trocar o PSB pelo PR, o ex-craque se aproximou de Garotinho. Mas as conversas pararam quando o socialista resolveu ficar no partido depois de se entender com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pré-candidato do PSB a presidente. Fontes próximas a Garotinho garantem que o PR hoje está mais próximo do Pros do que do PSB.

Lindbergh já manifestou o desejo de ter o PSB em sua chapa, o que causou atrito com a nacional do PT. Mas a porta não está fechada. Romário só vai escolher a chapa que integrará depois do Carnaval.

Últimas de _legado_Brasil