Manifestações populares recebem menor apoio desde junho, diz pesquisa

Desaprovação aumenta quando o assunto é 'protesto durante a Copa do Mundo'

Por O Dia

São Paulo - Os protestos que se espalharam pelas ruas do Brasil desde junho do ano passado atingiram o índice mais baixo de apoio entre a população, aponta pesquisa Datafolha. Segundo levantamento, 52% dos entrevistados se posicionam a favor das mainfestações populares. Em junho, mês em que os protestos ganharam força, o índice alcançou 81%. População que se declarou contra os protestos subiu de 15 para 42%.

O índice de apoio a protestos durante a Copa do Mundo da Fifa é o menor. Apenas 32% dos entrevistados se mostram favoráveis, contra 63% de desaprovação. A pesquisa foi realizada nos dias 19 e 20 deste mês.

Polícia deteve 230 manifestantes durante segundo ato contra Copa do Mundo em SP neste sábadoReuters

A população mais favorável às manifestações é a do Sul do país e o menor índice está no Nordeste, 46%. Região Sudeste registrou 55% a favor. A respeito do grau de escolaridade, 72% dos entrevistados com curso superior apoiam os protestos, contra 37% contra.

A pesquisa também abordou preferências políticas e intenção de votos. Maioria que apoia as manifestações pretende votar no governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) e no senador Aécio Neves (PSDB), 59 e 58% respectivamente. Os eleitores da presidenta Dilma favoráveis aos protesto é de 47%. Levando em conta Marina Silva (PSB) no lugar de Campos, o índice de aprovação sobe para 64%.

Últimas de _legado_Brasil