Por leonardo.rocha
Analy Pedrosa Ramos foi presa na manhã desta quarta-feira%2C em SantosDivulgação

São Paulo - Uma médica de Santos é acusada de sedar e roubar pacientes durante atendimentos em seu consultório. Identificada como Analy Pedrosa Ramos, a neurologista de 47 anos foi presa na manhã desta quarta-feira no litoral de São Paulo. Ela foi detida após a polícia cumprir um mandado de prisão expedido em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Há cerca de 20 dias, policiais receberam uma denúncia anônima informando que Analy estaria em Santos. As investigações conduziram as autoridades aos hospitais e clínicas da região, procurando pistas que levassem até a médica foragida da Justiça desde 2011. A prisão ocorreu na porta da residência da neurologista, que morava com a mãe e a filha.

Entenda o caso

Há 10 anos, Analy havia sido denunciada por uma comerciante em Foz do Iguaçu. A paciente Kézia do Nascimento afirmou que havia sido dopada pela médica, que desapareceu com cartões de crédito e talões de cheque que estavam dentro de uma bolsa. A médica foi presa em flagrante e indiciada por estelionato. Na prisão, ela tentou cometer sucídio, foi encaminhada para atendimento médico e sobreviveu. Segundo a polícia, Analy Pedrosa Ramos já havia sido presa em Goiás, anteriormente, por simular o próprio sequestro.

Você pode gostar