Jovem mata rival em BH e, em seguida, é morto por comparsas da vítima

Segundo a polícia, os dois mortes disputavam o controle do tráfico de drogas na área

Por O Dia

Minas Gerais - Uma briga entre duas gangues da Vila Cafezal, na região Centro-Sul de Belo horizonte, terminou com dois traficantes mortos neste domingo e na madrugada desta segunda-feira. Um dos homens foi morto pelos comparsas do rival.

De acordo com a Polícia Militar, o primeiro caso aconteceu na rua Ritmo, onde David Gomes Chaves, de 18 anos, conhecido pelo apelido de "Tchantchas" foi assassinado por Jonatan Moreira da Silva, de 23, conhecido como "Lourinho".

Antes de cometer o crime, o autor, que era integrante da gangue Del Rey, contou para a mãe que ele e a namorada haviam discutido com o outro jovem em data anterior. Ainda segundo o suspeito, ele não iria aceitar que outra pessoa comandasse o tráfico de drogas da área e que tinha que "acertar as contas" com Chaves.

O homem de 18 anos foi atingido várias vezes e morreu no local. Depois do crime, comparsas de Tchantchas, que fazia parte da gangue do Arara, se revoltaram e foram até a casa de Lourinho.

Segundo a mãe do traficante, os bandidos invadiram a casa à procura do suspeito e, como não localizaram, reviraram o imóvel e ainda colocaram fogo nos pneus da motocicleta Falcon do jovem.

Após algumas horas, os criminosos conseguiram localizar Lourinho, que foi assassinado na rua Cardoso. O número de tiros não foi divulgado.

Militares do 22º Batalhão fizeram ronda na região, mas nenhum integrante da gangue do Arara foi localizado. Os casos ficarão a cargo da Polícia Civil.

Com informações de Carolina Caetano

Últimas de _legado_Brasil