Metroviários prometem paralisação de 24 horas nesta quarta-feira em BH

Categoria teme pela privatização e o aumento da passagem no setor de transporte

Por O Dia

Belo Horizonte - Os metroviários de Belo Horizonte prometem fazer uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira contra a privatização do setor na capital. Faixas anunciando o protesto estação colocadas nas estações e panfletos explicativos são entregues aos usuários.

Categoria teme pelo o aumento da passagem cobradaReprodução


De acordo com o Sindicato dos Metroviários e Conexões do Estado de Minas Gerais (Sindimetro-MG), o ato será de advertência e neste dia será definido se a categoria entrará em greve.

“Sabemos de todos os transtornos que uma paralisação do metrô causa à população. Também somos conscientes das condições que o usuário enfrenta diariamente com trens superlotados e sem climatização, roletas e elevadores com problemas de manutenção. Saibam que nada disso é causado pelos metroviários, mas é fruto da falta de investimentos do governo federal no metrô-BH. Os funcionários, assim como a população sofrem com essa situação”, afirma o sindicato em carta aberta à população.

Ainda, segundo o Sindmetro-MG, a mais provável consequência da privatização deste transporte público é o aumento da passagem. Além disso, para a categoria há o temor quanto ao desemprego dos mais de 1.100 funcionários.

A assessoria da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) só se pronunciará sobre o assunto após a nova assembleia dos metroviários, prevista para esta terça-feira (18), que vai confirmar a manutenção da decisão pelo protesto. Já a assessoria da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou que ainda não foi comunicada oficialmente sobre a paralisação.

Nesta quarta-feira, o Atlético enfrenta o Nacional (Paraguai) pela Copa Libertadores, no Estádio Independência, no bairro Horto, na região Leste da capital, e sem a circulação do metrô, torcedores terão que se organizar para chegar ao campo.

O Governo de Minas foi procurado pela reportagem para esclarecer se há a negociação para a privatização, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Últimas de _legado_Brasil