Lula diz que saúde deve ser o grande tema das eleições presidenciais

Ex-presidente criticou a extinção da CPMF e disse que a Saúde precisa de mais recursos para contratar profissionais e comprar equipamentos

Por O Dia

São Paulo - O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva disse na manhã desta terça-feira que a saúde será o grande tema das eleições presidenciais de 2014. "Esse é o grande tema. Todo mundo tem que ter uma boa proposta para saúde", disse ele em entrevista coletiva com blogueiros.

Lula durante entrevista a blogueirosReprodução / Instituto Lula

Segundo ele, a discussão sobre o tema deve girar em torno da geração de recursos para a saúde pública. "Não existe possibilidade de dar saúde de qualidade, se não houver recurso. As pessoas acham que o governo é aquela vaca com urbe enorme, todo mundo acha que o governo tem dinheiro de sobra, mas não tem. Médico custa caro, equipamente custa caro".

Lula criticou ainda a extinção da cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), em 2008, que segundo ele, tirou R$ 250 bilhões de seu mandato.

O ex-presidente disse que o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa credenciar mais médicos e aumentar a remuneração desses profissionais. "O SUS precisa pagar melhor. A melhor solução é credenciar toda a rede médica. Você não vai formar um médico de um ano para o outro". Segundo ele, os médicos preferem trabalhar na rede particular, que paga melhor, e por isso, o atendimento que prestam ao SUS fica prejudicado.

O ex-presidente elogiou ainda o programa Mais Médico, mas afirmou que a iniciativa deve gerar maior demanda por especialistas. "O Mais Médico não resolve o problema. Aumenta o problema. Quando o cara tem acesso ao primeiro médico, ele percebe que precisa de um especialista. Então, a solução é credenciar a rede médica do país para quem precisar".

Últimas de _legado_Brasil