Por leonardo.rocha

Rio - O Instituto Nacional de Câncer (Inca), do Ministério da Saúde, iniciou campanha para estimular doações de sangue e plaquetas no feriado prolongado da Semana Santa. A assistente social do Serviço de Hemoterapia do instituto, Karla Savedra, disse nesta segunda-feira à Agência Brasil que o quadro do Inca é preocupante, uma vez que o estoque de sangue tem caído bastante.

“Como são muitos dias feriados, e a tendência é de muita gente acabar emendando os dias, a nossa preocupação é faltar sangue para atender, porque a gente já vem com um quadro de falta de doadores”, manifestou Karla.

Atualmente, o estoque de sangue do Inca mostra queda de 50%. Karla disse que o ideal é que houvesse uma média de 80 coletas efetivas de sangue por dia, mas a média tem sido de 40 coletas. O hospital precisa manter estoque suficiente para atender a cerca de 2 mil transfusões por mês, informou.

Qualquer pessoa pode doar sangue, desde que esteja em boas condições de saúde, tenha mais de 50 quilos e esteja na faixa etária de 16 a 69 anos. Os menores de 18 anos devem, porém, apresentar uma autorização do responsável, enquanto os mais velhos precisam ter feito pelo menos uma doação até os 60 anos.

Karla Savedra ressaltou que não é necessário estar em jejum, mas as pessoas devem evitar comer alimentos gordurosos até três horas antes da doação. No caso de pessoas tatuadas, só podem ser doadoras depois de 12 meses após a tatuagem ser feita. Mulheres grávidas ou que estejam no período até três meses depois do parto, não podem doar.

O mesmo se aplica, temporariamente, a quem estiver com febre, gripe ou resfriado. Já mulheres em período menstrual podem doar, desde que não sejam consideradas anêmicas na hora da avaliação clínica. Não podem ser doadoras pessoas que apresentem doenças infectocontagiosas como hepatite e Aids, além de câncer.

O funcionamento do banco de sangue do Inca no feriadão é especial. Até a próxima quinta-feira, o Serviço de Hemoterapia estará aberto das 7h30 às 14h30; na Sexta-feira da Paixão não abrirá; no sábado, receberá doações das 8h às 12h.

No domingo, o banco de sangue não funcionará, bem como nos dias 21 e 23. A princípio, a expectativa é de que o serviço funcione ao público na terça-feira imprensada (22), disse Karla Savedra, porque quarta-feira (23), Dia de São Jorge, também é ponto facultativo no Rio.

Você pode gostar