Por adriano.araujo

Aparecida (SP) - O pré-candidato do PSB à presidência da República, Eduardo Campos, participou neste domingo, pela primeira vez, de uma celebração de Páscoa no Santuário de Aparecida (SP) e, ao lado do cardeal Dom Raymundo Damaceno, enfrentou uma saia justa ao ter que responder sobre sua opinião em relação à proposta de ampliar os casos em que o aborto seria permitido. “Não conheço ninguém que seja a favor do aborto”, disse o ex-governador de Pernambuco, visivelmente constrangido.

Ele afirmou que não apoia mudanças nas leis a respeito. “A legislação brasileira é adequada. Não vejo razão para que seja alterada”, afirmou Campos.

O socialista prometeu que a condenação a qualquer ampliação ao direito de aborto fará parte de seu programa como candidato. “A campanha terá uma posição clara sobre esta questão”, afirmou ele.

Eduardo Campos afirmou considerar que a legislação já é adequadaFabio Rodrigues Pozzebom/ABR/20.6.2013

Eduardo Campos foi à missa em Aparecida com a mulher, Renata, e seus cinco filhos. O casal e o mais novo, Miguel, de dois meses, ficaram, durante a celebração, numa área reservada a autoridades ao lado do altar.

Em sua estreia em celebrações no Santuário da Padroeira do Brasil, Eduardo Campos assistiu à missa próximo ao ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo de São Paulo.

O ex-governador alegou que foi a Aparecida para satisfazer um desejo da mulher. “Ela tinha um grande desejo de conhecer Aparecida. Combinamos que viríamos com todos os filhos”, explicou Eduardo Campos.

Padilha troca encontro do PT por cerimônia

?O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, dividiu ontem de manhã o altar do Santuário de Aparecida com o adversário Eduardo Campos, religiosos e políticos da região. Ele estava acompanhado da mulher, Thássia Alves, e dos prefeitos Hamilton Mota, de Jacareí, e Maurício Morizonato, de Ubatuba.

Padilha foi a Aparecida em seu ônibus de campanha, batizado de Caravana Horizonte Paulista. O ônibus, com o qual o ex-ministro pretende percorrer o estado, tem o logotipo da caravana e é adaptado para reuniões de trabalho. O candidato começou a usar o veículo no fim de semana.

Padilha participava desde a sexta-feira de um encontro do partido, o Camping Digital do PT, em São José dos Campos, para onde voltou logo depois de assistir à missa.

Você pode gostar