Gilberto Carvalho admite falta de diálogo sobre a Copa

Enquanto falava, manifestantes estenderam uma faixa vermelha, onde estava escrito 'Não vai ter Copa'

Por O Dia

Rio - O ministro-chefe da Secretaria-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, admitiu que o governo demorou a estabelecer diálogo com a população sobre a Copa do Mundo, o que levou as pessoas a protestar em todo o país. “Nós demoramos a conversar. Deixamos de oferecer a informação e a possibilidade de debate em torno da Copa do Mundo, mas antes tarde do que nunca” disse o ministro.

Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República%2C Gilberto CarvalhoAgência Brasil


Ele falou na tarde desta quinta-feira, na Casa de Portugal, em São Paulo, com representantes de movimentos sociais, para debater os benefícios da Copa. Enquanto falava, manifestantes estenderam uma faixa vermelha, atrás do ministro, onde estava escrito: Não vai ter Copa.

Uma parte dos manifestantes tentou apoiar o ministro, gritando que vai ter copa, mas Gilberto Carvalo pediu para que parassem de gritar, e insistiu na necessidade de diálogo. “Não viemos aqui para inibir os protestos. Este é um país democrático no qual as manifestações são essenciais para a democracia. Os turistas, que vierem para cá e presenciarem manifestações, é importante que saibam que o país é assim”, disse

Nossa preocução não é com as manifestações, mas que sejam feitas a partir de informações corretas. Ele disse que nenhuma lei será criada para inibir ou proibir os protestos, um compromisso, de acordo com ele, assumido pela presidenta Dilma.

Últimas de _legado_Brasil