Ex-diretor da Petrobras volta para carceragem da Polícia Federal

Paulo Roberto Costa é suspeito de participar de fraudes em contratos da Petrobras que movimentaram mais de R$ 10 bi

Por O Dia

Braília - O juiz Sergio Fernando Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, determinou nesta sexta-feira, o retorno do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa para a carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba. A medida foi tomada para garantir a integridade física de Costa, investigado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Após ser preso, o ex-diretor permaneceu na carceragem da PF até decisão do juiz, que prorrogou a prisão dele, após receber denúncia por suspeitas de fraudes em contratos da Petrobras. Depois da decisão, Paulo Roberto Costa foi transferido para o Presídio de Piraquara, em Curitiba. O magistrado ainda vai julgar um pedido para transferi-lo para o Presídio Federal de Catanduvas.

Últimas de _legado_Brasil