Torcedor morre atingido por vaso sanitário atirado de arquibancada

Briga entre torcidas no Arruda deixou outros três feridos

Por O Dia

Pernambuco - Um torcedor morreu na noite desta sexta-feira após ser atingido por um vaso sanitário arremessado da arquibancada do estádio Arruda. Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, passava pelo portão seis logo após a partida entre Santa Cruz e Paraná pela Série B do Campeonato Brasileiro. O agressor não foi identificado e não houve nenhum detido. Ele era torcedor do Sport e havia saído de casa para fotografar a torcida do Paraná - prática usual entre torcidas aliadas em diferentes estados.

Paulo Ricardo morreu atingido por vaso sanitário DHPP/Divulgação

A torcida do Santa Cruz foi orientada pela Polícia Militar a deixar o estádio antes da torcida visitante, mas uma organizada armou uma emboscada para a torcida rival. Quando deixaram o estádio, 15 minutos depois, os torcedores do Paraná foram recebidos com três bombas e obrigados a recuar. Dois vasos sanitários foram arrancados dos banheiros e atirados do anel superior do estádio.

Paulo Ricardo morava no bairro de Pina e trabalhava como soldador na indústria naval do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. Ele fazia parte de uma torcida uniformizada do Sport. Na bolsa da vítima os bombeiros encontraram vários fotografias da partida.

Três pessoas ficaram feridas na confusão, uma em estado grave. Vanderson Wilderlan Gomes, nascido em 1992, sofreu escoriações na cabeça e nas pernas e foi encaminhado para o Hospital da Restauração, zona central do Recife. Ele não corre risco de morte. José e Adrien Ferreira de Lima, nascido em 1993, e Tarkini Kauã Gonçalves de Araújo, nascido em 1994, machucaram as pernas e seguiram para o Hospital Getúlio Vargas.

Últimas de _legado_Brasil