Por fernanda.magalhaes

São Paulo - Na manhã desta terça-feira, manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) iniciaram uma marcha para cobrar a aceleração da reforma agrária no país. A marcha teve início às 7h da manhã em Itapevi, na Grande São Paulo e o destino é a capital paulista, onde os manifestantes devem chegar nesta quarta-feira. A Polícia Militar informou à Agência Brasil que a marcha foi pacífica e reuniu cerca de 400 manifestantes.

Segundo o MST, a marcha reuniu cerca de mil sem-terra e é parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, que teve início no dia 28 de abril e se encerra neste sábado, dia 10 de maio. Na quinta-feira e na sexta-feira, o movimento deve realizar uma série de ações na capital paulista, ainda não divulgadas.

Os sem-terra já chegaram permanecerão até amanhã em Osasco, onde, os manifestantes vão dormir em um ginásio da prefeitura.

Antes de chegarem a Osasco, os manifestantes passaram também pela cidade de Jandira, onde fizeram um protesto contra a prefeitura local por não ter disponibilizado ainda infraestrutura adequada para uma área chamada de comuna urbana, onde vivem alguns sem-terra. Segundo o MST, após o ato, os manifestantes conseguiram agendar uma reunião com o prefeito Geraldo Teotônio da Silva para amanhã cedo.

Você pode gostar