Por felipe.martins

São Paulo - Pesquisa do Instituto Datafolha divulgadanesta sexta-feira apontou que diminuiu a chance de a presidenta Dilma Rousseff vencer a eleição no primeiro turno, no dia 5 de outubro. A petista lidera a corrida com 37% das intenções de voto, contra 38% dos demais candidatos somados. A pré-candidatura ao Planalto do senador tucano Aécio Neves (MG) subiu quatro pontos em relação ao início de abril: de 16% para 20%. O pré-candidato do PSB, o ex-governador Eduardo Campos, aparece em terceiro, com 11% das intenções de voto.

Pré-candidata à reeleição, Dilma oscilou de 38%, em abril, para 37%. A pesquisa do Datafolha tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou pra menos. Foram ouvidas 2.844 pessoas em 174 cidades, entre os dias 7 e 8 de maio, depois do pronunciamento da presidenta em comemoração pelo Dia do Trabalho (1º de maio). Na época, Dilma anunciou um “pacote de bondades” para a classe média e a população de baixa renda — correção da tabela do Imposto de Renda e reajuste dos benefícios do Bolsa Família.

Pela pesquisa, Dilma e Lula são os mais conhecidos da populaçãoRicardo Stuckert / Instituto Lula

Pela pesquisa, 16% dos entrevistados votariam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos. Os indecisos são 8%. Entre os pré-candidatos de partidos nanicos, o pastor Everaldo Pereira (PSC) registrou 3%. Eduardo Jorge (PV), José Maria (PSTU), Denise Abreu (PTN) e Randolfe Rodrigues (Psol) ficaram com 1%. Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) não atingiram 1%.

A pesquisa aponta ainda alto índice de desejo de mudança na forma como o país é governado: 74% dos eleitores querem uma nova forma de governar. E para 38%, Lula é o mais preparado para fazer essas mudanças. Dilma apareceu com 15%. A presidenta tinha 16% há um mês e 19% em fevereiro.

O desempenho de Aécio e Campos melhorou. Em fevereiro, 10% apontavam Aécio como o candidato preparado para fazer mudanças no país. Agora, 19% têm esta opinião. Já Eduardo Campos, antes apontado por 5%, agora subiu para 10%.

Lula é o preferido

O Movimento ‘Volta Lula’ deve ganhar mais força depois da pesquisa divulgada ontem pelo Datafolha. Pelo levantamento, 58% dos eleitores defendem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja o candidato do PT à Presidência. Entre os eleitores que têm preferência pelo PT, 75% escolheram Lula como candidato às eleições presidenciais de 2014.

Na semana passada, para tentar estancar o movimento ‘Volta Lula’, a direção nacional do PT, em encontro do partido, formalizou a indicação de Dilma Rousseff como candidata à reeleição. A oficialização da candidatura da presidenta, no entanto, só vai ocorrer na convenção nacional do partido, marcada para junho.

Oposição comemora resultado

Para o pré-candidato Aécio Neves (PSDB), o resultado da pesquisa demonstra “fragilidade do atual governo”. “Ninguém gosta de estar mal nas pesquisas. Mas, este crescimento da nossa candidatura, acho que é a demonstração da fragilidade do atual governo e em todas as áreas, a incapacidade de cumprir com os compromissos assumidos com a sociedade. O conjunto da obra é muito malfeito pelo atual governo, é a razão do indicar desta pesquisa”, afirmou o tucano.

Na avaliação do pré-candidato Eduardo Campos (PSB), a pesquisa “consolida o desejo de mudança” ao sinalizar a realização de segundo turno nas eleições presidenciais. O levantamento do Datafolha mostrou ainda que Campos é o mais desconhecido do eleitorado: 40% não sabem quem é o pré-candidato do PSB. Aécio é desconhecido de 22%, enquanto Dilma de apenas 1%.

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que nunca acreditou na eleição de Dilma no primeiro turno. “Não ganhamos no primeiro turno em 2002, não ganhamos em 2006, não ganhamos em 2010. Seria muito estranho que agora, com três candidatos de maior potencial, isso ocorresse”, observou.


Você pode gostar