Por tamara.coimbra

São Paulo - A Vara de Execuções Criminais de Taubaté, interior de São Paulo, expediu nesta segunda-feira alvará de soltura para o ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, conhecido como Lalau. O ex-juiz está preso na Penitenciária de Tremenbé, também no interior do estado, por desviar cerca de R$ 170 milhões da construção do Fórum Trabalhista na década de 1990, quando era presidente do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. Ele foi condenado, em 2005, a 26 anos e seis meses de prisão.

O ex-juiz foi beneficiado pelo indulto assinado pela presidenta Dilma Rousseff, em dezembro de 2012, que concede liberdade para presos com mais de 60 anos que cumpriram mais de um terço da pena e têm problemas de saúde. Lalau tem 85 anos.

O ex-juiz aguarda que o documento chegue na penitenciária. A expectativa é que ele deixe o presídio nesta terça-feira.

Você pode gostar