Capital do Rio Grande do Norte em calamidade por chuvas

Decreto será publicado nesta segunda, quando Natal recebe partida entre Estados Unidos e Gana

Por O Dia

Natal - O prefeito de Natal (RN), Carlos Eduardo (PDT), anunciou no domingo que publicará hoje, no Diário Oficial do estado, decreto que coloca a cidade em estado de calamidade pública. A decisão foi tomada, segundo ele, por causa dos estragos causados em vários bairros pelas chuvas do fim de semana.

O decreto será publicado no dia em que Natal recebe seu segundo jogo da Copa do Mundo, entre Gana e Estados Unidos. A partida, marcada para as 16h na Arena das Dunas, está confirmada, apesar da decisão.

Deslizamento de terra atingiu quatro carros e uma motocicleta na sexta-feiraReprodução

O prefeito justifica a opção por decretar calamidade pública com a necessidade de conseguir recursos para recuperar áreas atingidas por enchentes e deslizamentos e para socorro às vítimas, principalmente àquelas que tiveram que deixar suas casas. Ontem, Carlos Eduardo conversou por telefone com o ministro da Integração Regional, Francisco Teixeira, para pedir a liberação de dinheiro e envio de ajuda do governo federal.

Natal vem sendo atingida por fortes chuvas desde a sexta-feira, quando jogaram na Arena das Dunas México e Camarões. Houve deslizamentos de terra na Via Costeira, uma das principais da orla da cidade, onde está a maioria dos hotéis de luxo.

No sábado, as chuvas ficaram mais fortes e foram registrados novos estragos. A situação mais grave é no bairro Mãe Luiza, na Zona Leste, onde uma rua desapareceu em consequência de um deslizamento, ameaçando as casas no entorno.

No domingo, engenheiros da Universidade Federal do Rio Grande do Norte fizeram vistoria no local e constataram que há risco de a terra deslizar de novo, principalmente se voltar a chover forte. Por causa disso, a prefeitura está monitorando a área permanentemente para avaliar se será preciso retirar os moradores.

Últimas de _legado_Brasil