Congresso entra em recesso branco

Copa do Mundo e convenções deixam vazios Câmara e Senado

Por O Dia

Brasília - Na véspera do jogo do Brasil x México e em meio as convenções partidárias, a grande maioria dos deputados e senadores não deu as caras nesta segunda-feira no Congresso. Apenas 16 do total de 513 deputados federais passaram pela Câmara. No Senado, não houve quórum nem para abrir a sessão de discursos no plenário, quando é exigida a presença de pelo menos quatro parlamentares.

Na Câmara, os discursos foram realizados pelos poucos deputados presentes, que se revezaram na tribuna do plenário. Suas falas serviram somente para as gravações da TV Câmara, uma vez que não havia plateia.

O “recesso branco” do Congresso começou na semana passada. Na terça-feira, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), cancelou as duas sessões com votações previstas para ocorrer este mês. Os deputados e senadores só devem voltar a se reunir para votar algum projeto a partir do dia 14 de julho.

Após o “esforço concentrado” previsto para a segunda quinzena de julho, os parlamentares pretendem realizar uma semana de votações em agosto e outra em setembro. Não há cortes nos salários dos parlamentares porque, oficialmente, o Legislativo está em “recesso branco”. Cada parlamentar recebe mensalmente o salário de R$ 26,7 mil.

Últimas de _legado_Brasil