Greve de ônibus em Natal chega ao quinto dia nesta segunda-feira

Rodoviários pedem reajuste salarial de 16% e elevação do valor do vale-alimentação de R$ 197,35 para R$ 450. Empresários oferecem aumento de 5,82%

Por O Dia

Rio Grande do Norte - Os rodoviários de Natal seguem, nesta segunda-feira, com a greve de motoristas e cobradores de ônibus. Mesmo em dia de jogo na Arena das Dunas, entre Gana e Estados Unidos, a paralisação chega ao quinto dia.

De acordo com o diretor administrativo do Sindicato dos Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), Valdir Lucas, a greve deve continuar até esta quarta-feira, quando ocorrerá uma reunião entre empresários e rodoviários para discutir os pontos e decidir pelo destino do ato.

Os rodoviários pedem reajuste salarial de 16% e elevação do valor do vale-alimentação de R$ 197,35 para R$ 450. As empresas argumentam que não têm condições de conceder estes reajustes, tendo em vista que o valor da tarifa de ônibus em Natal não tem aumento há 42 meses. A proposta é de 5,82%.

Justiça determina 90% da frota nas ruas

A Justiça determinou nesta segunda-feira que 90% da frota de ônibus circule em Natal 4 horas antes e 4 horas depois da partida entre Gana e Estados Unidos, que ocorre às 19h desta segunda na Arena das Dunas.

A decisão foi solicitada pela Advocacia Geral da união (AGU) com origem no artigo 22 da Lei Geral da Copa que transfere a responsabilidade de problemas que prejudique a realização do Mundial para a União.

Últimas de _legado_Brasil