Empresa responsável por obra em viaduto de BH toca a Linha 4 do metrô no Rio

Queda de estrutura matou duas pessoas

Por O Dia

Minas Gerais - O desabamento de um viaduto em construção no Centro da capital mineira, Belo Horizonte, ontem, causou ao menos duas mortes e deixou 19 pessoas feridas, segundo balanço divulgado no início da noite pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais. As causas estão sendo investigadas pela empresa responsável, a Cowan, que também participa da obra no Rio da Linha 4 do metrô, que ligará Ipanema à Barra da Tijuca.

Viaduto desabou na Avenida Pedro I%2C em Belo Horizonte%2C Minas GeraisDivulgação

O viaduto, localizado na Avenida Pedro 1º, bairro São João Batista, na Pampulha, faz parte de um conjunto de obras que não ficaram prontas a tempo do Mundial. Objetivo era melhorar o acesso ao Estádio do Mineirão, palco de alguns jogos. Na terça-feira, a arena receberá uma das semifinais do torneio.

Entre os mortos está a motorista de um ônibus atingido, identificada como Hanna Cristina. A outra vítima, segundo o Corpo de Bombeiros, estava num Fiat, e até o fim da noite continuava sob os escombros.

De acordo com a secretaria, os feridos foram levados ao hospital Risoleta Neves, ao hospital Odilon Behrens ou foram atendidas pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no local. Nenhum dos feridos corre risco de vida.

REPERCUSSÃO MUNDIAL

Pelo Twitter, a presidenta Dilma Rousseff se solidarizou às vítimas do desabamento e colocou o governo federal à disposição para ajudar a Prefeitura de Belo Horizonte.

Responsável pela obra do viaduto que desabou em Belo Horizonte, a construtora Cowan, em nota, disse lamentar “profundamente o ocorrido” e que enviou ao local uma equipe de técnicos para investigar as razões da queda.

Por causa da Copa, o acidente repercutiu na imprensa mundial. O jornal britânico ‘The Guardia’ destacou em título “Viaduto em cidade-sede da Copa do Mundo cai sobre veículos”. O diário espanhol ‘El País’ lembrou que o viaduto estava prestes a ser inaugurado e que a obra está "próxima do estádio das semifinais da Copa".

O jornal britânico ‘London Evening Standard’ também noticiou o incidente, destacando que, com a queda, o viaduto prendeu “um ônibus cheio de passageiros, dois caminhões e um carro”.

Últimas de _legado_Brasil