Durante cativeiro, quadrilha tira foto de reféns sob a mira de armas

Roubo planejado não deu certo porque o vigilante da empresa de valores, e chefe da família, que iria facilitar a ação por causa do sequestro foi descoberto

Por tamara.coimbra

São Paulo - Um vigilante e a família foram feitos reféns por uma quadrilha em Hortolândia, interior de São Paulo, entre domingo e a noite desta segunda-feira. Os bandidos pretendiam roubar um carro forte por 24 horas. Os integrantes do bando chegaram a tirar uma foto onde aparecem portando armas ao lado dos reféns no cativeiro. A quadrilha utilizava capuzes e uniformes parecidos com os da Polícia Militar de São Paulo.

No meio da tensão%2C bandidos tiram foto de família em sequestroReprodução / EPTV

Na ocasião, o roubo não deu certo porque o vigilante da empresa de valores, que iria facilitar a ação foi descoberto. Outro funcionários perceberam que ele estava com dois celulares e não um, o que é proibido pela normas de segurança. Desconfiados, eles acionaram a polícia.

A libertação dos familiares só ocorreu após uma longa negociação por telefone. A família foi deixada a beira de uma rodovia em Hortolândia. De acordo com a polícia, testemunhas reconheceram um homem, de 25 anos, suspeito de participar do sequestro, que teria deixado a cadeia há dois meses após cumprir pena pelo mesmo crime.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia