Por tamara.coimbra

Paraná - O menino de 11 anos que foi atacado por um tigre no zoológico de Cascavel, no Oeste do Paraná, recebeu alta do hospital nesta quarta-feira. De acordo com a mãe da criança, ele deve voltar nesta quinta para São Paulo, onde mora com a mãe e o padrasto.

Vrajamany, que passava férias com o pai, pulou a grede de segurança do zoológico, foi atacado pelo animal selvagem e precisou ter o braço direito amputado.

Segundo a mãe do menino, ele deve continuar o tratamento na capital paulista, em uma clínica médica onde sua madrinha trabalha. O diretor-clínico do Hospital Universitário de Cascavel disse que Vrajamany precisou da aprovação de um psiquiatra para receber alta.

Nos próximos dias, outros funcionários do zoológico, testemunhas e o pai do menino devem prestar depoimento à polícia. A corporação apura se o acidente foi causado por omissão do pai ou da segurança do local. De acordo com o delegado, quando o responsável é omisso, ele responde pelo resultado, que no caso foi uma lesão corporal grave. A pena é de dois a cinco anos.

O delegado tem o prazo de 30 dias para concluir as investigações.

Você pode gostar