Suzane Von Richtofen ganha direito de cumprir pena em regime semiaberto

Regime concede ao condenado direito de deixar prisão para trabalhar durante o dia. O Ministério Público deve recorrer da decisão

Por O Dia

São Paulo - Condenada por planejar em 2002 o assassinato dos pais, Manfred e Marísia Richthofen, Suzane Von Richtofen, 30 anos, ganhou o direito de cumprir sua pena em regime semiaberto, em decisão da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, interior de São Paulo, anunciada nessa segunda-feira. A informação foi confirmada pelo Ministério Público de São Paulo, nesta quarta-feira.

Suzane Von Richtofen%2C hoje com 30 anos%2C ganhou o direito de cumprir sua pena em regime semiabertoCésar Rodrigues / Agência O Dia


A condenação de Suzane ocorreu em julho de 2006, quando o júri popular do julgamento considerou ela e os irmãos Daniel, ex-namorado da garota, e Cristian Cravinhos culpados por duplo homicídio. Os pais da jovem foram assassinados enquanto dormiam na mansão, localizada no nobre bairro do Brooklin, na madrugada de 31 de outubro de 2002.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão em regime fechado, enquanto Daniel e Cristian, respectivamente, a 39 anos e seis meses e a 38 anos e seis meses no mesmo regime. Em fevereiro do ano passado, os dois comparsas de Richtofen ganharam o direito de cumprir a pena em regime semiaberto, que permite ao preso sair pela manhã da cadeia para trabalhar ou estudar e depois retornar para dormir encarcerado. A juíza que lhes concedeu o benefício foi a mesma que julgou o caso de Suzane.

O Ministério Público deve recorrer da decisão.

Últimas de _legado_Brasil