PF faz operação contra pornografia infantil na Internet em 14 estados e no DF

Alguns suspeitos já foram presos na Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo

Por O Dia

Pará - A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira uma operação contra a pornografia infantil na Internet. A ação é coordenada pela Superintendência de Belém e ocorrem em 14 estados, além do Distrito Federal. Até as 14h, segundo a delegada Patrícia Bicalho, 11 pessoas foram presas.  Sendo uma na Bahia, uma no Espírito Santo, duas em Minas Gerais, duas no Paraná, uma no Rio Grande do Sul e quatro em São Paulo.

De acordo com a polícia, 230 agentes federais cumprem 42 mandados de busca e apreensão de computadores e realiza prisões nos estados do Pará, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, além do Distrito Federal.

A PF informou que alguns suspeitos de envolvimento com a prática já foram presos nos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Agentes investigam se nos endereços houve algum acesso de usuários a programas de compartilhamento de fotos e vídeos de nudez de crianças e adolescentes e até de cenas de abuso sexual na Internet. Caso os suspeitos sejam condenados pelos crimes de armazenamento e troca de pornografia infantil, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, as penas podem variar de 4 a 10 anos de prisão.

A operação foi nomeada de Resgate On-Line para combater crimes de difusão pela Internet de imagens com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Essa é a sétima ação realizada este ano pela Polícia Federal, para combater a disseminação pela Internet, de pornografia infanto-juvenil. Foram instaurados mais de 1,5 mil inquéritos policiais, no ano de 2013. Em 2014, já foram instaurados 400 inquéritos policiais.

Últimas de _legado_Brasil