Detida em manifestação confessa ter ateado fogo em ônibus, diz PM

Polícia Militar e integrantes do movimento sem-teto entraram em confronto na capital paulista

Por O Dia

São Paulo - Mais de 50 pessoas foram detidas no final da manhã desta terça-feira nas ações de protesto dos integrantes de movimentos dos sem teto, na região central da capital paulista, entre eles está uma mulher que, segundo o coronel Mauro Lopez, porta-voz da Polícia Militar, confessou ter ateado fogo em um ônibus biarticulado, em frente ao Theatro Municipal. Ela foi conduzida ao 3º Distrito Policial, onde presta depoimento.

Ônibus incendiado em frente Theatro Municipal, no Centro de São PauloReprodução TV Globo

Ainda de acordo com o porta-voz, embora a situação esteja sob controle, cerca de 250 policiais, incluindo homens da Tropa de Choque, estão espalhados pela região para evitar mais tumultos.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que até por volta das 12h, as vias de acesso ao viaduto do Chá ainda estavam interditadas ao trânsito de veículos - Rua Xavier de Toledo, os cruzamentos desta via com a Avenida São Luiz, assim como a confluência da Avenida Rio Branco com a Rua Aurora.

Últimas de _legado_Brasil