Morte de estudante da USP nos EUA foi acidental, segundo o Itamaraty

Douglas Silva Ribeiro morreu na sexta-feira, no Alabama, após ser internado em consequência de um afogamento

Por O Dia

Douglas Silva Ribeiro%2C 21%2C era estudante do curso de Lazer e Turismo da (USP) e morreu afogadoReprodução / Facebook

Brasília - O afogamento do estudante da Universidade de São Paulo (USP) Douglas Silva Ribeiro, de 21 anos, nos Estados Unidos, foi acidental, informou o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) nesta terça-feira.

Ribeiro morreu na sexta-feira, dia 12, em Mobile Bay, Alabama, após ser internado em estado grave na UTI do Hospital Mobile Infirmary no último dia 6 de setembro. Funcionários do hotel onde o aluno estava hospedado afirmaram terem visto o brasileiro pela última vez na noite de sábado, dia 6, a caminho da piscina, onde ele foi encontrado desmaiado momentos depois.

Segundo a Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, o universitário havia ido por conta própria aos EUA para participar do World Leisure Congress 2014.

Em nota, a USP afirma que o estudante "era um excelente aluno e já havia participado de um congresso na Alemanha, no primeiro semestre deste ano, no qual também apresentou este trabalho". Morador de Paraisópolis, o aluno falaria sobre seu estudo "A percepção dos moradores de Paraisópolis e Heliópolis sobre o que se chama Turismo na Favela" durante o congresso.

Últimas de _legado_Brasil