Furnas começa a desmontar torres de energia derrubadas por chuvas no PR

Queda não resultou em qualquer perda de energia no sistema

Por O Dia

Paraná - A queda de quatro torres de transmissão de energia elétrica no Paraná, em decorrência da forte ventania que atingiu o estado nesta quarta-feira, não resultou em qualquer perda de carga no Sistema Interligado Nacional, informaram o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a empresa Furnas, responsável pelas torres.

De acordo com Furnas, quatro torres do circuito 3, da Linha de Transmissão Foz do Iguaçu-Ivaiporã (765 kV), foram derrubadas nas proximidades do município de Cafelândia, durante tempestade com fortes rajadas de vento. Em nota, a empresa informou que “o perfeito funcionamento do sistema de proteção de Furnas impediu qualquer interrupção no fornecimento de energia elétrica para o consumidor, bem como forneceu dados necessários à precisa e imediata localização do ponto de falta”.

Os trabalhos de identificação e de desmontagem das torres já foram iniciados. Aproximadamente 140 técnicos estão no local para dar sequência aos trabalhos de recomposição, que devem ser concluídos em até dez dias.

Segundo o ONS, o abastecimento de energia não foi prejudicado em nenhuma localidade. Como é comum nessa época do ano a ocorrência de temporais, há muitas medidas preventivas de segurança que evitam dificuldades para o sistema, após ocorrências como a de quarta-feira. Conforme informou Furnas, o problema é que, apesar da expertise para lidar com as características climáticas da região, “ventos atípicos e de intensidade maior do que a comum” têm sido registrados na região ao longo deste ano

Últimas de _legado_Brasil