Por victor.duarte

Ceará - Melissa Gurgel, de 20 anos, eleita Miss Brasil neste sábado, foi vítima de comentários preconceituosos nas redes sociais por causa do sotaque cearense. Nesta segunda-feira, o presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE), Ricardo Bacelar, assinou uma representação e notícia-crime no Ministério Público Federal para punir os responsáveis pelas mensagens ofensivas.

LEIA MAIS: Melissa Gurgel, representante do Ceará, vence o Miss Brasil 2014

Os comentários foram considerados preconceituosos e depreciativos ao povo cearense. "Lembrem de deixar a TV no mudo quando a miss Ceará for dar a palestra dela no miss Brasil do ano que vem", afirmava uma das mensagens no Twitter. "Miss Ceará bonita até abrir a boca e vir aquele sotaquezinho sofrível", dizia outra.

Segundo Bacelar, a imagem de algumas mensagens contra Melissa Gurgel foram coletadas e apresentadas ao Ministério Público no Ceará. Caso sejam condenados, os responsáveis pelos comentários preconceituosos podem pegar de dois a cinco anos de prisão. O presidente da OAB-CE ainda afirmou que apesar de haver liberdade de expressão nas redes sociais, há a lei que proíbe comentários depreciativos.

Você pode gostar