Por tamara.coimbra

Santa Catarina - O estado de Santa Catarina registrou mais seis ataques entre a noite deste domingo e a manhã desta segunda-feira. Segundo o boletim divulgado pela Polícia Militar (PM) nesta segunda, foram 90 atentados em 29 cidades e 16 apreensões de materiais suspeitos durante esta terceira onda de violência no estado catarinense.

Caminhão foi incendiado na madrugada desta segunda-feira em Santa CatarinaDivulgação / Polícia Militar

Desde o dia 26 de setembro, 56 pessoas foram detidas, sendo 12 adolescentes. Um agente prisional aposentado e dois suspeitos foram mortos. Além disso, oito bases policiais e cinco viaturas foram alvo, 23 casas de agentes de segurança já foram atacadas, e quatro veículos particulares de agentes públicos também foram alvo.

Já do lado civil, foram 16 veículos particulares atacados, 39 ônibus foram incendiados, houve um ataque a uma casa particular e a um posto de combustível.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou no sábado que será feita uma fiscalização rigorosa em todas as entradas de Santa Catarina. O objetivo é combater a onda de ataques que assola o estado. Na madrugada de sábado, a Força Nacional enviou 33 soldados para reforçar a segurança na região.

Informações preliminares dão conta de que a ordem para os ataques teria partido de dentro de penitenciárias, o que resultou na transferência de 20 detentos para o presídio federal de Porto Velho (RO).

Você pode gostar