Explosão em fábrica de remédios em MG deixa pelo menos 26 feridos

A explosão de uma estufa, que fica dentro da empresa, causou o acidente em Pouso Alegre

Por O Dia

Minas Gerais - Uma explosão na Indústria Cimed Medicamentos, em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, no início da manhã desta terça-feira, deixou pelo menos 26 pessoas feridas, sendo três com ferimentos graves. De acordo com o Corpo de Bombeiros, pelo menos uma pessoa foi socorrida em estado crítico, com cerca de 90% do corpo queimado. As vítimas foram levadas para o Hospital Samuel Libânio. Segundo o hospital, a maioria dos feridos sofreu ferimentos leves como escoriações e inalou muita fumaça. A instituição havia divulgado 25 feridos, mas corrigiu para 26 o número de vítimas.

Com o acidente%2C parte do galpão da fábrica desmoronouReprodução / EPTV

Ainda segundo a assessoria do hospital, são três vítimas em estado grave e que estão na UTI. Carlos Israel dos Santos Souza teve queimaduras em 90% do corpo, Jalber Mendes das Chagas sofreu um corte profundo na cabeça, na região da testa e dos olhos e Gilmar Pereira de Oliveira inalou muita fumaça. As outras 23 pessoas seguem em observação.

O acidente aconteceu depois que um curto-circuito dentro de uma estufa de secagem de medicamentos provocou a explosão. O incêndio, que teve início por volta das 6h30, só foi controlado cerca de três horas depois do ocorrido. Os bombeiros informaram ainda que após o acidente, parte de um galpão desmoronou. A Polícia Civil foi até o local fazer o trabalho de perícia.

De acordo com a assessoria da fábrica, que tem sede em São Paulo, uma equipe da Indústria Cimed de Medicamentos já está na cidade acompanhando as investigações sobre a explosão. A filial de Pouso Alegre possui cerca de 1,2 mil funcionários. A assessoria informou ainda que não é possível dizer quantas pessoas trabalhavam no local no momento do acidente.

Últimas de _legado_Brasil