Por victor.duarte
Publicado 03/11/2014 19:38 | Atualizado 03/11/2014 20:54

São Paulo - A chuva que atinge São Paulo, na tarde desta segunda-feira, deixou a zona norte em estado de atenção para alagamentos, de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) da prefeitura. O temporal também interrompeu a operação de trens na Linha 7 (Rubi) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Nas próximas horas a Capital deve registrar variação de nuvens e é baixa a probabilidade para novos temporais entre a noite e a próxima madrugada. Segundo o CGE, a chuva ainda é forte na Região Metropolitana e há potencial para queda de granizo em bairros da capital paulista. Na região central há muitas ruas alagadas.

Previsão

Na terça-feira o tempo fica abafado e com sol entre nuvens na Capital. O tempo muda entre o final da tarde e a noite, provocando chuvas com trovoadas, rajadas de vendo e potencial para formação de alagamentos.

Na quarta-feira o tempo deve ficar nublado e chuvoso na Grande São Paulo, elevando os riscos de alagamentos e deslizamentos de terra na Capital Paulista.

Crise hídrica

Em apenas três dias deste mês de novembro, o acumulado de chuva sobre o Sistema Cantareira superou em mais da metade o volume registrado em todo o mês de outubro, somando 23,9 milímetros ante 42,5 milímetros. Ainda assim não foi o bastante para evitar que o consumo continue sendo maior que o enchimento dos reservatórios.

Segundo a medição diária da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o nível desse manancial que abastece 6,5 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo (RMSP) caiu 0,2 ponto percentual de domingo para esta segunda-feira, e atingiu 11,9% de sua capacidade. Na última sexta-feira, o nível estava em 12,4% incluindo a segunda cota da reserva técnica que ainda não começou a ser bombeada.

Você pode gostar